PUBLICADO:
16 de February de 2020

Instituto Bourbon ensina que sonhar e fazer é possível

Transformador, instituto da rede Bourbon de hotéis, atende mais de 1.200 crianças e ajuda a reescrever um novo capítulo na história de famílias carentes em Cambará, no Paraná
No dia 17 de julho de 2017 um novo capítulo começou a ser escrito na história das dezenas de famílias que vivem na região da Vila Rotary de Cambará (PR). Foi nesse dia que abriu as portas a escola profissionalizante professor Milton de Faria Ribeiro, um complexo educacional concretizado pelo Instituto Bourbon de Responsabilidade Social que está mudando a vida das comunidades do entorno.
Os cursos profissionalizantes têm plantado esperança e ajudado as novas gerações a vislumbrarem novos horizontes. Hoje a escola oferece gratuitamente 23 cursos e 5 oficinais anuais que são ministrados por 23 professores. “Neste ano a escola certificará mais de 1.400 alunos, 365 a mais do que no ano anterior”, diz João Antonio Tinelli, diretor do Instituto.

Entre outros vários cursos e atividades extra-classe, a escola profissionalizante oferece cursos como pizzaiolo, montador, manutenção predial, confeitaria, pedicure, manicure, informática, além do programa jovem aprendiz. As conquistas da capacitação são imediatas e refletem no mercado de trabalho, diz João. “Hoje, cerca de 40% dos alunos já estão no seu primeiro emprego”, comemora ele.

Instituto Bourbon


“É um trabalho valoroso que compreende ainda uma série de atendimentos em diferentes áreas da saúde como psicológicos, odontológicos e fonoaudiólogos tanto para as crianças quanto para os seus familiares. A missão do instituto é atender as classes menores favorecidas e que não dispõem de condições para arcar com a educação e a saúde”, ressalta a assistente social, Cristina Aparecida de Paula, ouvida pela reportagem.

Tinelli lembra que o Instituto Bourbon foi fundado em 2015 e resultou das ações sociais desenvolvidas pela família Vezozzo na região desde 2003. “A primeira grande conquista foi a construção de 80 casas para mães solteiras. Foi a realização de um sonho do presidente da rede Bourbon, o doutor Alceu Ântimo Vezozzo, que, àquela época, ocupava a presidência de Rotary Internacional”, relembra.

Escola municipal Caetano Vezozzo: semente das transformações


Filho de Cambará, Alceu não economizou esforços para ajudar a reescrever um novo, e mais nobre, capítulo na história da região em que nasceu, cresceu e que mantém suas raízes afetivas. Para reverter os danos causados pela violência e desamparo social, que cresciam de modo alarmante, começou a implantar na região uma rede educativa para ensinar e capacitar crianças de maneira gratuita.

O trabalho inciado com as mães solteiras foi ampliado para atender também os seus filhos. Primeiro, com a construção de uma escola primária com 4 salas. Em pouco tempo o projeto cresceu. Hoje a escola municipal Caetano Vezozzo dispõe de uma ampla estrutura considerada uma referência e funciona em dualidade com o colégio estadual Angelina Ricci Vezozzo, fundada em 2011 e que conta hoje com mais de 400 alunos.

“Hoje, a escola municipal conta com 16 salas de aulas, um ginásio de esportes, uma biblioteca física e virtual e um moderno anfiteatro com a capacidade para receber 100 pessoas durante as apresentações de peças teatrais e outros espetáculos dos alunos”, fala Tinelli enquanto mostra a estrutura á reportagem.

A amplitude do trabalho desenvolvido pelo Instituto Bourbon é possível graças às suas parcerias. “Com a prefeitura na escola municipal Caetano Vezozzo; com o governo estadual no colégio Angelina Ricci Vezozzo, e com o sitema S (SESC, SENAI, SESI) no Instituto Bourbon”, reconhece João.